Cesar Cardoso

O carioca Cesar Cardoso (1955) é formado em Letras pela UFRJ.

É autor dos livros de contos As Primeiras Pessoas e Urubus em Círculos Cada Vez Mais Próximos (Editora Oito e meio). Em 2015 lançou coisa diacho tralha, livro de poesia, pela editora Texto Território. Seu conto Ai de Mim, Copacabana foi publicado na coletânea Para Copacabana, Com Amor (Editora Oito e meio) e no livro The Book of Rio, lançado pela Editora Comma Press, em Londres, na Inglaterra. Participou da Coletâneas Prêmio Off Flip de Literatura – 2009 com o poema Carochinhas brazileiras e em 2015, com o conto O Veredito. Participou também da Coletânea Nosotros – 20 contos latino-americanos, lançada pela editora Oito e Meio em 2018.

Na literatura infanto-juvenil, lançou pelas editoras Biruta e Gaivota os livros O Que É Que Não É? (selecionado para o PNBE e para o Programa PNLD Alfabetização na Idade Certa, do Ministério da Educação), Você Não Vai Abrir?, Quem Pegou Uma Ponta do Meu Chapéu de Três Pontas que Agora Só Tem Duas?, O Gigante do Maracanã e Cadê a Escola Que Estava Aqui?. Lançou também Capoeira Camará (Editora Paulus - Selo Altamente Recomendável da Fundação Nacional do Livro Infanto-Juvenil) e Você Pensa Que Água é H2O? (Editora Garamond).

Escreveu para a revista Caros Amigos e para os jornais O Pasquim e O Planeta Diário. É roteirista, tendo escrito programas como Tv Pirata, A Grande Família e Sai de Baixo. Atualmente escreve o Zorra, que foi indicado ao Emmy Awards em 2016.

Contato: cesaramericocardoso@gmail.com